Shatrukotivinasana Dasa

Shatrukotivinasana Dasa

Ao mencionarmos Vrajabhumi e sua história, vamos sempre encontrar a pessoa de Sérgio, ou Shatrukotivinasana Dasa (Shatru, para os amigos), como é conhecido pelo seu nome de iniciado entre os devotos de Krishna.
Sérgio era um típico playboy da década de setenta. Trabalhava com advocacia e era assíduo frequentador das noites cariocas. Sua cobertura em Copacabana era um ponto de festas e ele havia trocado o dia pela noite. Mas de uma hora para outra sua vida mudou. Ao ler “Além do Nascimento e da Morte”, um livro de Srila Prabhupada (o fundador e mestre do Movimento Hare Krishna), o Sérgio das badalações começou a encarar a vida de outra maneira. Seu apartamento virou então um centro de encontro para espiritualistas e novamente os horários se alteraram, só que desta vez o seu dia começava bem cedo, de madrugada, para as meditações.
Em 1976 Sérgio foi ao Festival Hare Krishna de Nova Iorque, onde se encontrou pessoalmente com Srila Prabhupada, recebendo sua iniciação e o novo nome. O novo Shatru agora queria dedicar-se exclusivamente à espiritualidade e, com as bênçãos do mestre, trocou seu apartamento e carro importado por uma terra em Teresópolis, com a intenção de transformá-la num pedaço do céu espiritual. O próprio Srila Prabhupada deu à terra o nome transcendental de Vrajabhumi e a partir de então Shatru se dedicou ao seu desenvolvimento e construção como a obra de sua vida, sua oferenda a Deus, Krishna.

 

Foto Ashram Vrajabhumi em 2016
Foto Ashram Vrajabhumi em 2016

Deixe um Comentário